Quais foram as mudanças táticas do Flamengo de Tite na estreia da temporada 2024?

Rubro-Negro estreou na temporada 2024 vencendo o Audax por 4×0 e já mostrando primeiros sinais de mudanças no time.

O Flamengo inaugurou a temporada de 2024 com uma vitória convincente de 4 a 0 sobre o Audax, e o técnico Tite já deixou claro alguns ajustes na equipe. Ainda sem contar com o meia De La Cruz, o Rubro-Negro entrou em campo com uma formação semelhante ao fim do último Brasileirão. A única alteração foi a inclusão de Varela como titular, mantendo Luiz Araújo e Everton Cebolinha como pontas.

Apesar de poucas mudanças nos jogadores, Tite promoveu uma alteração significativa no posicionamento dos laterais durante a posse de bola. Assim como fazia na seleção brasileira, o treinador passou a exigir que Varela e Ayrton Lucas joguem mais próximos do volante. Essa função, conhecida como ‘lateral construtor’, contribui para controlar o jogo no meio-campo, permitindo que os pontas tenham mais espaço para atacar pelas laterais.

Diante da postura defensiva do Audax, o Flamengo, com posse de bola, permitiu que Varela e Ayrton Lucas avançassem até o meio-campo, deixando apenas os zagueiros na última linha de defesa. Com os laterais mais centralizados, os pontas têm maiores chances de receber a bola em situações de um contra um com os marcadores. Esse esquema também oferece mais liberdade para Gerson, que se aproxima de Arrascaeta na função de meia.

Na fase defensiva, o Flamengo não foi muito exigido, pois recuperava a bola rapidamente. Caso o Audax conseguisse espaço para trocar passes com a defesa rubro-negra recuada, os pontas teriam a responsabilidade de preencher o meio-campo. Com os laterais retornando às suas posições sem a bola, Gerson, Pulgar, Luiz Araújo e Cebolinha formavam uma linha de quatro à frente da defesa.

No segundo tempo, a entrada de Gabigol no lugar de Arrascaeta alterou ligeiramente a dinâmica do meio-campo. O camisa 10 se juntou a Pedro no ataque, diminuindo o número de jogadores do Flamengo na armação. Contudo, isso não foi um problema devido à vantagem no placar e à diferença técnica entre as equipes.

Com o decorrer do jogo, Bruno Henrique substituiu Luiz Araújo na ponta direita, e no final do jogo trocou de posição com Cebolinha, mas as funções em campo permaneceram as mesmas. Allan e Victor Hugo entraram nos lugares de Pulgar e Gerson, além da substituição de Varela por Wesley.

Essa formação testada por Tite parece ser uma de suas favoritas, muito semelhante à utilizada na seleção brasileira em sua fase final. No entanto, se esse for o ‘Plano A’ para a temporada, surge uma dúvida: onde entra De La Cruz? O uruguaio já afirmou que pode atuar em todas as funções do meio-campo, mas, com a formação atual, seus concorrentes diretos seriam Gerson e Arrascaeta.

Outro ponto de observação é a mudança de função de Ayrton Lucas. O lateral, conhecido por sua força física, velocidade e habilidade no drible pelas laterais, terá que adaptar seu jogo para desempenhar com naturalidade a nova função de ‘lateral construtor’.

Após um início de temporada promissor, o Flamengo parte para os Estados Unidos, onde continuará a pré-temporada. Estão previstos dois amistosos contra o Philadelphia Union (dia 21) e o Orlando City (dia 27). Enquanto isso, a equipe sub-20 continua disputando o Campeonato Carioca até o retorno do time principal no início de fevereiro.